Descubra como a Gratidao faz bem para sua Mente

Descubra como a Gratidao faz bem para sua Mente e todos os benefícios da gratidão para a saúde. São muitos os benefícios da gratidao para a saúde de quem a pratica. Cultivar a gratidão não só nos ajuda a cultivar o bem-estar emocional e a regular o estresse, mas também tem repercussões positivas sobre a saúde física.

 

Os benefícios da gratidão Para Sua Vida

Não é de se surpreender que a gratidão seja benéfica para a saúde emocional. O que é um pouco mais impressionante é que ser grato ajuda a melhorar a saúde física, sobretudo na cultura do mens sana in corpore sano (mente sã num corpo são). Na verdade, é uma faca de dois gumes, já que também funciona no sentido inverso: corpo são em mente sã.

A boa notícia é que seja qual for o método que utilizemos para agradecer, todo agradecimento melhora de alguma forma a nossa saúde. Isso ocorre graças aos maravilhosos efeitos neurológicos que a gratidao tem sobre nós.

Vários estudos demonstram que expressar e experimentar gratidao aumenta a satisfação daquele que a expressa, assim como a vitalidade, a esperança e o otimismo. Além disso, contribui para diminuir os níveis de depressão, ansiedade, inveja e estresse relacionados ao trabalho.

Um estudo recente publicado em abril de 2017 descobriu que as pessoas que experimentam e expressam a gratidão reportam menos sintomas de doenças físicas e uma melhor qualidade do sono. Embora os efeitos imediatos da gratidão sejam claros, os autores argumentam que a gratidão também contribui para o sucesso a longo prazo nas relações e no bem-estar pessoal.

Os benefícios da gratidão para o cérebro

Um estudo de 2009 realizado pelos Institutos Nacionais de Saúde (NIH) dos EUA descobriu que o hipotálamo é ativado quando nos sentimos gratos ao realizar atos com uma intenção altruísta. Embora possa ser difícil de acreditar, esta pesquisa apoia a afirmação de que, literalmente, não podemos funcionar bem sem a gratidão, porque o hipotálamo é a parte do nosso cérebro que regula funções corporais importantes, como o apetite, o sono, a temperatura, o metabolismo e o crescimento.

A boa notícia é que a gratidão é viciante, no bom sentido da expressão. Os atos de bondade e de agradecimento liberam grandes quantidades de dopamina, uma recompensa natural que funciona como estimulante para continuarmos motivados a cultivar o próprio agradecimento. Ler também é um ótimo exemplo de como a gratidão pode ser trazida até você.

Mas isso não é tudo. Os resultados das pesquisas sobre os benefícios da gratidão mostram que estes efeitos neurológicos abrem as portas para muitos outros benefícios para a saúde física e mental.

A gratidão diminui os níveis de dor física

Pode ser difícil de acreditar que uma coisa tão simples como ser grato possa aliviar a dor física. No entanto, é completamente verdadeiro; muitos estudos comprovam isso. Por exemplo, segundo um estudo de 2012 publicado na revista Personality and Individual Differences, as pessoas gratas experimentam menos dores e afirmam se sentir mais saudáveis do que as outras.

Não é à toa, já que a gratidão favorece a liberação de dopamina, podendo também ajudar a melhorar a dor física. Isso ocorre porque a dopamina é um neurotransmissor que desempenha um papel essencial no processamento da dor, e seu efeito analgésico é muito importante.

Além disso, a pesquisa descobriu que as pessoas gratas também têm mais interesse em cuidar de sua saúde e praticam mais exercícios físicos. Na verdade, as pessoas que cultivam a gratidão praticam exercícios com mais frequência e são mais propensas a fazer exames médicos, o que provavelmente contribui para a sua longevidade.

A ciência comprova que ler faz bempramente a gratidao também

Por outro lado, também foi constatado que, no que se refere à saúde física, a gratidão pode reduzir a pressão arterial e melhorar a função imunológica. Além disso, a gratidão é associada a níveis mais altos de colesterol bom (HDL) e níveis mais baixos de colesterol ruim (LDL).

Ela também é associada a uma redução dos níveis de creatinina, um indicador da capacidade dos rins para filtrar os resíduos da corrente sanguínea. Além disso, ela reduz os níveis de proteína C reativa, um fator da inflamação cardíaca e das doenças cardíacas. Neville Goodard sempre foi um homem grato.

A Gratidão Melhora o sono

Um dos motivos pelos quais a gratidão melhora tanto o bem-estar emocional quanto o físico é porque ela melhora a qualidade do sono. Vários estudos científicos sobre a gratidão produziram o mesmo resultado: a gratidão aumenta a qualidade do sono, diminui o tempo necessário para adormecer e prolonga a duração do sono.

O Sono é um grande Segredo

Como mencionamos anteriormente, o sono é uma das muitas facetas vitais controladas pelo hipotálamo. Visto que a gratidão o ativa, o sono está conectado a muitas funções do corpo, como aquelas relacionadas à ansiedade, à depressão, à dor e ao estresse, sem esquecer do sistema imunológico.

A chave é o que está em nossa mente quando estamos tentando pegar no sono. Se você tem preocupações ou alguma coisa está lhe causando ansiedade, o nível de estresse no corpo aumenta, reduzindo a qualidade do sono, mantendo-o acordado e cortando o seu sono. Mas se você pensar naquelas coisas pelas quais se sente grato, seus pensamentos vão induzir uma resposta de relaxamento, o que vai ajudá-lo a dormir.

A Gratidao Alivia o estresse

Dormir melhor implica estar mais relaxado, o que é bom não só para a nossa saúde mental, mas também para o nosso coração e nosso sistema nervoso, visto que nos ajuda a gerir melhor o estresse.

Em um estudo de 2007 sobre os benefícios da gratidão em pacientes com hipertensão, os resultados mostraram uma diminuição significativa da pressão arterial sistólica. O que os participantes fizeram foi contar suas bênçãos uma vez por semana. Esta pesquisa também descobriu que escrever em um diário de gratidão pode reduzir a pressão arterial em 10%.

O Segredo é o Sentimento

Outros estudos demonstraram que a gratidão ajuda a diminuir o cortisol, o hormônio do estresse. Ela também já foi relacionada a níveis mais altos de variabilidade da frequência cardíaca, um bom marcador de estado de saúde que pode ajudar a diagnosticar estados de estresse.

Também foi descoberto que a gratidão nos torna mais resistentes aos traumas e aos eventos estressantes, e que ajuda na recuperação depois de algo traumático.

A Gratidão Reduz a ansiedade e a depressão

Vários estudos sobre os benefícios da gratidão demonstraram que manter um diário de gratidão, ou escrever e enviar notas de agradecimento, pode aumentar a nossa felicidade a longo prazo em mais de 10%. Neste sentido, um estudo de 2005 também mostrou que a manutenção de um diário de gratidão diminuiu a depressão em mais de 30% durante a duração do estudo.

Outro estudo mais recente descobriu que todos os sujeitos com ansiedade e depressão que participaram de um experimento que envolveu escrever de cartas de gratidão mostraram mudanças significativas em seu comportamento.

Além disso, através de imagens de ressonância magnética, descobriu-se que não só houve um aumento na modulação neural, causado por mudanças no córtex pré-frontal mediano, mas também que eles eram mais capazes de lidar com emoções negativas (como a culpa) e eram mais dispostos a serem úteis, empáticos e gentis.

Leia Sobre Neville Goddard é sua Gratidao
gratidao

Outro estudo, este realizado em 2012 por pesquisadores chineses, descobriu que a gratidão tem um profundo efeito no sono com implicações muito positivas para as pessoas com ansiedade e depressão.

Eles descobriram que nos indivíduos com depressão, a quantidade e a qualidade do sono não estavam relacionadas com as pontuações de depressão mais baixas, o que foi associado ao fato de que a gratidão aliviava seus sintomas depressivos sem importar quanto ou quão bem o paciente dormia. Isto sugere que um dos benefícios da gratidão pode ser a diminuição dos sintomas relacionados com a depressão.

No entanto, nos sujeitos com ansiedade, o sono e a ansiedade reduzida estavam associados, o que levou à conclusão de que as pontuações de ansiedade mais baixas foram o resultado de um sono saudável. Embora o resultado tenha sido indireto, o agradecimento também conduziu a um sono melhor, o que, por sua vez, levou à redução da ansiedade.

A Gratidao Aumenta a energia e a vitalidade

Com tudo o que acabamos de ver, não surpreende a afirmação de que a gratidão nos torna mais fortes, tanto física quanto mentalmente. Por um lado, a gratidão nos faz estar mais saudáveis e, por outro, nos ajuda a ser mais otimistas e a ter mais energia.

As pesquisas sobre a gratidão demonstraram repetidamente que as pessoas gratas têm níveis de energia mais altos, são mais relaxadas, mais felizes e mais saudáveis. Isso nos leva à conclusão de que ser grato tem o potencial de alongar a nossa vida útil.

Pode ser que, nos tempos atuais, você acredite que não tem razões para ser grato. Mas já parou para pensar que talvez a razão pela qual você se sente assim é porque não está sendo suficientemente grato com o que tem? Veja como ela também faz bem pra mente.

Quer conherçer os Principios Fundamentais analisados por Neville Goddard?

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *